A RETIRADA DA FRALDA E O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

IDOSOS SAUDÁVEIS
9 de outubro de 2016
SAÚDE E TEMPERANÇA
5 de novembro de 2016

A RETIRADA DA FRALDA E O DESENVOLVIMENTO DA CRIANÇA

O desenvolvimento da criança é caracterizado pela aquisição progressiva da capacidade de realizar funções, das mais simples às mais complexas, do nascimento à idade adulta. A normalidade desse processo consiste na execução de habilidades previstas para idades determinadas. Para isso, é necessário que a criança tenha oportunidade de treinar as aptidões específicas de cada período de sua evolução. Assim, as conquistas de uma determinada idade preparam e capacitam a criança para as próximas e mais complexas aquisições, uma sucessão continuada de ganhos, até a idade adulta, quando o processo de desenvolvimento se completa.

Há o período certo para as diversas aquisições e o ideal é que esse tempo seja respeitado e a criança realize suas conquistas sem atrasos, dentro dos padrões esperados para as respectivas idades. Os pais são os maiores responsáveis em prover as condições necessárias para que a criança alcance seu progresso, evoluindo do estágio inicial de incapacidade total para o ser adulto autônomo e independente. A interrupção do uso de fraldas é um exemplo de ação promovida pelos pais que possibilita à criança alcançar a capacidade de controlar suas eliminações de urina e fezes.

AMADURECIMENTO PREJUDICADO
A criança está crescendo e os pais precisam perceber que o bebê de ontem já é um menino hoje. Tratar a criança como um eterno bebê, mantendo o uso de fralda, chupeta, mamadeira, excesso de colo, superproteção e atenção sem limites, atrapalha seu desenvolvimento e a mantém mais infantil do que o normal para sua idade.

OPORTUNIDADE PARA CRESCER
Eliminar as fraldas é uma oportunidade que os pais proporcionam para a criança vencer mais uma etapa de seu desenvolvimento: o controle de suas excretas.

CONTROLE RÁPIDO
Eliminadas as fraldas, em poucos dias ocorre o controle por parte da criança. Assim, não se espera a criança controlar pra depois tirar as fraldas; tira-se primeiro e o controle vem logo depois. Como a criança irá controlar suas eliminações se a fralda lhe estimula não controlar?

IDADE CERTA
A fralda deve ser retirada entre um ano e três, e um ano e seis meses de idade, período no qual a criança toma consciência de suas eliminações de fezes e urina. Ela se mostra incomodada, faz alguma referência ou dá algum sinal quando suas fraldas estão molhadas.

DE UMA VEZ
A retirada da fralda deve ser feita de uma vez, durante todo o dia, para dormir e para sair. Pode ser colocado um plástico no colchão e levar roupas de reserva quando sair de casa.

BREVE TRANSIÇÃO
Não é necessário, nem adequado, tentar controlar a criança, querendo evitar que urine na roupa, no chão: á uma breve fase de transição, antes que o controle total se estabeleça.

TOLERÂNCIA NECESSÁRIA
Enquanto urinar ou evacuar na roupa, a criança deve ser elogiada por ter produzido suas eliminações e tranquilamente orientada sobre o banheiro e as opções de usar o piniquinho no chão, ou o vaso sanitário com a tampa redutora.

SONO TRANQUILO
Não é necessário, nem adequado, levantar e colocar a criança para fazer xixi durante a noite, pois, ela precisa adquirir a capacidade de segurar a urina até a manhã seguinte. Desde que se mantenha dormindo, mesmo que ensopada de xixi, não é preciso trocar suas roupas, exceto se acordar e se mostrar incomodada.

SEGURANÇA E CALMA
É importante não haver ansiedade por parte dos pais e adultos com relação ao controle de excretas por parte da criança. Ele se estabelece fácil e rapidamente quando as pessoas se comportam de maneira adequada, calma e segura.

Dr. Belmiro d'Arce
Dr. Belmiro d'Arce
Dr. Belmiro d'Arce fala sobre a importância de promover a saúde em todos os meios, inclusive na gestão de empresas. É médico pediatra, professor, empresário, orientador e palestrante.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *